Global Travel & Corporate

A vista da aldeia Camogli

18 fev . 2015

Na província de Génova, Itália, com cerca de 5.500 habitantes, está a pequena vila Camogli. São apenas 9 km² de extensão e com vista para o Golfo Paradiso. A cidade é uma típica aldeia de pescadores e chama atenção pela construção das casas, que são muito coloridas e altas.

O destino é desejado aos que buscam experiências intimistas na Itália, já que conhecer pequenas cidades, a cultura e a história do país é migrar para um contato e conhecimento verdadeiramente intenso. Camogli é romântica e possui um cenário natural magnífico. Além disso tudo, a culinária vale a visita e encanta os turistas.

A cidade se desenvolve por atividades simples, como a pesca e o comércio de artesanato, a exemplo da tecelagem, fiação e acabamento de tecidos.

O que ver

As fachadas de Camogli são um grande atrativo: a pintura das casas simula elementos arquitetônicos decorativos como fundações, quadros, varandas, flores e persianas.

Igrejas

Assim como em muitas regiões e cidades italianas, os locais sagrados possuem arquiteturas típicas de épocas que caracterizam muito a história e cultura do povo. As igrejas também marcam e delimitam períodos e, em Camogli, contam tradições populares, como o Santuário de Nossa Senhora do Bosque, que simboliza a aparição da Virgem no século XVI. A visita à Basílica de Santa Maria Assunta vale pela construção típica e pela vista para o porto. Conheça também a Igreja Milenar dedicada ao Sagrado Coração de Jesus e a São Roque de Camogli para ver um belo ângulo sobre o Golfo Paradiso.

Museu Mariner

Abriga obras relacionadas ao mundo marítimo, como imagens de navios curiosos em garrafas, modelos em miniatura de diferentes navios. Além disso, há uma parte de um navio da Primeira Guerra Mundial que se chocou contra o navio a vapor inglês Washington.

Baía de San Fructuoso

O acesso é por trilha ou barco e a vista é imperdível. A aldeia surgiu em torno de uma abadia monumental de San Fructuoso de Capodimonte. Dá também para fazer mergulho e ver o Cristo do Abismo, trabalho realizado em 1954 por Guido Galleti.

1 2 3 4 5 6