Why Americans Must Travel to Brazil - Blog Viaje Global - As melhores viagens estão aqui

Why Americans Must Travel to Brazil

7 agosto, 2015

Benjamin Kepner é americano. Visitou o Brasil no último mês e deixou um post bastante interessante que a gente publica aqui a primeira parte com algumas razões que ele mesmo gostaria de dizer aos americanos sobre o país. [ PARTE 02 ]

 

FOOD

Se existe algo que os brasileiros sabem fazer é comer bem. As comidas mais tradicionais são a Feijoada ( Feijão preto com carne de porco cozida e uma variedade de acompanhamentos ) e o Churrasco ( cortes de carne, geralmente de gado servidos ao estilo “gaúcho”) No sul do Brasil a culinária sofre forte influência européia ( Italiana e Alemã ). A carne é deliciosa e abundante. São Paulo é a capital da gastronomia com padrão internacional italiano e japonês. O licor nacional é chamado de “Cachaça”, feito da cana de açúcar, similar ao rum. Peça uma caipirinha (mistura de cachaça, açucar e limão) quando você sair na rua. Se você for a Florianópolis experimente a Moqueca (guisado de peixes tropicais temperado com alho, pimentão e leite de coco) e Costela. “Ninguem vai reclamar se você pagar a mais a sua conta, porém a maioria dos restaurantes já trazem a taxa de serviço de 10% incluída, e não é preciso dar gorjeta aos taxistas.” Certamente você vai experimentar as frutas tropicais, que são as mais diversificadas que você já viu em qualquer outro lugar incluindo o refrescante Maracujá.

 

If it’s one thing Brazilians know how to do, it is how to eat well. The “typical” food will be “Feijoada” (black beans and pork stew, served with a variety of side dishes) and “Churrasco” (cuts of meat, mostly beef, served Gaucho-style). In the South, food will have strong European (Italian, German) influence. Beef is good and plentiful. São Paulo is the food capital with word class Italian and Japanese. The national liquor is “Cachaça”, made of sugar cane, similar to rum. Order a “Caipirinha” (mix of Cachaça, lime and sugar) when you are out. If you’re in Florianopolis try the “Moqueca (tropical fish stew fragrant with garlic and peppers, and enriched with coconut milk )” and “Costela (ribs).” Nobody will complain if you tip above the nominal fee, but most restaurant checks already include a 10% service charge and it is not necessary to tip taxi drivers. You will probably try fruits that are fresher and more diverse than you have ever seen anywhere else, including the refreshing Maracujá (passion fruit).

feijoada completa

moquecamara

CULTURE

Pela minha experiência no Brasil, a maioria dos brasileiros não falam espanhol, mas entendem se você falar pausadamente. A maioria também não fala ingles mas o conhecimento na língua inglesa é melhor que no espanhol. Como Americanos, tente aprender palavras básicas em português para se locomover e utilize as mãos para se comunicar. O Brasil é uma exceção na América latina, colonizado por portugueses e sua etinia é uma mistura de colonizadores portugueses, escravos africanos e principalmente imigrantes italianos, japoneses e alemães do início do século 20. O sul tem uma maior influência europeia (italiana e alemã). As maiores cidades estão no sudeste: São Paulo (destino de negócios com influência italiana e japonesa) e Rio de Janeiro (com influência portuguesa e Africana). Não esqueça de Florianópolis mais ao sul do país. Este foi o meu lugar favorite que visitei com muitas praias incríveis e um clima comunitário pelo estilo de vida na ilha. Brasileiros são geralmente reconheecidos por serem simpáticos, acolhedores e calorosos. Eles farão de tudo para ter certeza de que vocês está contente no país deles.

In my experience in Brazil, most Brazilians don’t speak Spanish, but they can understand if they listen to it slowly. Most Brazilians also don’t speak English, but their knowledge is better in English than Spanish. As an American, try to at least know the basic words in Portuguese to get around and utilize your hands to communicate. Brazil is the Latin American exception colonized by the Portuguese and ethnically is a mix of the Portuguese colonizers, African slaves, and mostly Italian, Japanese, German immigrants from the early 20th Century. The South has mostly European (Italian, German) influence. The biggest cities are in the Southeast: São Paulo (where you go for business, Italian, Japanese influence) and Rio de Janeiro (Portuguese, African). Don’t forget about Florianopolis further south either. This was my favorite place that I visited full of amazing beaches and a taste of community from the island life. Brazilians are generally perceived as friendly, welcoming and warm. They will go out of their way to make sure you’re happy in their country.

 shutterstock_73471654-1024x681

ENTERTAINMENT

Pegue seus óculos de sol e um bom sapato para sambar: é hora de ir para o Rio de Janeiro – ou à qualquer outro lugar no Brasil. A maioria dos Americanos são culturalmente ignorates e de fato sabem pouco sobre o mundo. A porcentagem atual de Americanos que possuem passaporte é em torno de 21%. O tamanho dos Estados Unidos até pode ser uma barreira para que eles não viajem para fora, pois pela extensão do país não sentiriam razões para sair de lá. Nós não precisamos viajar para “grandes lugares assustadores” por termos desertos, ilhas tropicais, montanhas, verão sem fim, neve e muito mais. Os Americanos geralmente tiram 02 semanas por ano para viajar. No exterior, a media é cerca de 05 a 05 semanas, não incluindo licença médica. Assim, o tempo é um fator importante. O Brasil será um destino barato para a média dos viajantes americanos. Artigos importandos vão custar quase o mesmo para que nos Estados Unidos (shopping center, roupas de grief e McDonald’s). Serviços e necessidades básicas (comida, corridas de taxi, produtos locais, hoteis comuns, etc.) estarão por cerca de metade do preço que você está acostumado. O que fiz de mais interessante em entretenimento foi um voo de helicóptero com um super piloto pelas paisagens do Rio de Janeiro. Faça isso agora mesmo!

Pack your sunglasses, speedo and Samba shoes: it’s the right time to go to Rio de Janiero — or anywhere else in Brazil. Most Americans are culturally ignorant in fact that they don’t know about the world. The current percentage of Americans that own a passport is now around 21%. It’s not that America’s size makes travel prohibitive, its size is important because people feel there is no reason to leave. We don’t need to travel to “big scary places” when we have deserts, tropical islands, mountains, endless summer, wilderness, snow, and more. Americans typically get about two weeks of travel per year. Overseas, the average is about 4-5 weeks, not including sick leave. So time is a major factor. Generally, Brazil will feel inexpensive to an average American visitor. Imported articles will cost about the same as in the US (shopping mall, McDonald’s, fashionable clothing, etc.). Basic necessities and services (food, taxi rides, local products, mid-range hotels, etc.) will be about half of what you are used to. The coolest thing I did from an entertainment perspective was taking a helicopter ride through Ultra Pilot overlooking the city of Rio. Get to the chopper now!

roda_de_chorinho

Brazil-Rio-by-night1

BEACHES

Muitas pessoas se sentem surpresas ao saber que o Brasil é maior que todo o continente dos Estados Unidos. Além de negócios, São Paulo tem padrão mundial de gastronomia, cultura e vida noturna. Muitos turistas vão ao Rio de Janeiro por conta das mundialmente famosas praias de Copacabana, Ipanema e monumentos, como o Corcovado e o Pão de Açúcar. É uma cidade grande com os problemas de uma cidade grande (incluindo a ciminalidade e as favelas). No entanto, visitei o Alto do Vidigal e posso dizer que a experiênci foi mais segura do que você leu. Concentre-se no que o país tem de bom e você estará muito bem. O vencendor para mim foi novamente Florianópolis. Um dos maiores encantos de Floripa está na variedade, como as 42 praias ao redor da ilha, cada uma com uma comunidade em seus bairros. As pedras preciosas para mim foram a Praia Mole, Praia do Moçambique e a Lagoa da Conceição. Eu fiquei encanado com a beleza única de Floripa com exuberantes montanhas verdes, dunas macias de areais brancas e ondas suaves. A ilha oferece uma variedade de opções de esportes como passeios de barco, kitesurf, wakeboard, pesca, natação e, claro, surf.

4254195493_9f9f08057b_o thumb-67232-florianopolis-resized fhl-001-04 foto-lagoa-certa

Então, o que você está esperando “marica”?

Reserve sua próxima viagem ao Brasil aqui.

 

Most people find it surprising to learn that Brazil is larger than the continental US. Other than business, São Paulo has world-class gastronomy, culture and nightlife. Most tourists go to Rio for world-famous beaches – Copacabana, Ipanema and landmarks – like the Corcovado and SugarLoaf. It is a large city with the problems of a large city (including crime and the shanty towns – “favelas”). However, I myself visited the Alto Vigidal and can say the experience was safer than what you read about. Focus on the good in Brazil and you should be fine. The winner again for me though is Florianopolis. One of Floripa’s great charms lies in its variety, as there are 42 beaches around the island, each with a distinct neighborhood community. The gems for me were Praia Mole, Praia Mozambique and Lago de Conceicao areas. I was enchanted by Floripa’s unique beauty with lush green mountains, soft white sand dunes, and soothing waves. The island offers a variety of sporting options such as boating, kiting, wakeboarding, fishing, swimming, and of course Surf.

Veja também

  • Katikies

    Do Vietnã desembarcamos na pequena aldeia de Oía ......

  • PortoBay
  • L’Hotel Porto Bay São Paulo

      São Paulo é sim uma das capitais ......

  • Photos by www.suzi-pratt.com, specializing in event, concert, real estate, and travel photography.  Find me on  Twitter Find me on Facebook
  • Dawn the Weather

    Seattle é uma das cidades mais interessantes dos ......

  • ostradamus
  • Florianópolis [ parte 2 ]

    Hoje continuamos nosso Post sobre Florianópolis, trazendo algumas ......